RELOOKING

[MODA][grids]

DIVAN

[DIVAN][bsummary]

MYSTIQUE

[MYSTIQUE][bleft]

BEAUTÉ

[MAKE UP][twocolumns]

Déjà Vu

'pqp', NINGUÉM ME AMA, NINGUÉM ME ENTENDE (TESTE)


Bounjour Madame, se coucher!

Mulheres valiosas do Bonjour, no post anterior falamos sobre as ‘dores de amor’, as suas fases e como ressignificá-las. Hoje o assunto no DIVAN é sobre a sua Conexão com o outro.

Quantas vezes a gente se pergunta se está falando em ‘grego’ ou ‘javanês’? Explica tudo, fala, fala, fala e quando vê, o outro não ainda não compreendeu...



Falamos, explicamos o que queremos e, apesar de todo o malabarismo, nem sempre conseguimos nos fazer entender. Eu mesma já me vi nesta situação muitas vezes, depois de horas explicando, pedindo, implorando, nada acontece, nada muda.

PORQUE NINGUÉM ME ENTENDE?

Para conseguir algo de alguém, ou se fazer entender, utilizamos mecanismos de linguagem como, olhares, gestos, entonação da voz, palavras, etc., e estes precisam conseguir o mais importante que é conectar-se ao outro para descobrir como ele se conecta a mim.

Você pode ser expert em tudo isso, mas só conseguirá se conectar ao outro, ser compreendida, através da afetividade.

A principal e mais poderosa forma de se fazer entender é pela CONEXÃO AFETIVA.


Quem resiste a um olhar destes?
É que ele se conecta ao seu coração.


Conexão é sinônimo de ligação e de vínculo, e o que precisamos reconhecer é que estamos sempre buscando contato, porém pouca conexão.

Um exemplo claro disso são os constantes mal entendidos presentes na comunicação escrita. O Whatsapp parece ser o campeão dos desentendimentos entre pessoas, porque utiliza apenas uma linguagem, a escrita. Quem nunca ficou chateado com alguma mensagem e depois ouviu a famosa frase: não foi isso que eu quis dizer. 
Mesmo com o uso dos emoticons 😂😃, que como o nome já diz a que se propõe, o de levar emoção e conexão emocional às conversas, é ineficaz. 

Ninguém me entende...

Portanto, lembre-se sempre disso, as conexões somente acontecem quando você conseguir estabelecer uma ‘troca’ afetiva verdadeira com o outro na sua comunicação, podendo ser esta, saudável ou não, sem 'mimimis'.

O caminho para a CONEXÃO está em conseguir se conectar a emoção do outro, e fazê-lo se conectar a sua. Ambos devem compartilhar suas emoções.

Veja como é fácil gostar de quem gosta da gente de verdade, ou como preferimos comprar naquela loja em que somos bem atendidas. A conexão emocional está presente em nossas escolhas afetivas, profissionais, de compras, de trocas, enfim, no nosso dia-a-dia.

As suas decisões serão sempre tomadas com base em suas conexões afetivas, simplesmente porque houve o entendimento da sua ‘dor’, do seu problema, criando abertura para negociação. 

Quando não há sintonia afetiva, não se estabelece nenhuma conexão, ocorrendo então a rejeição.

Um a cada três casamentos termina em divórcio no Brasil. (IBGE/2018)

Todos os dias, casamentos, sociedades, amizades, etc, terminam por falta ou perda do vínculo afetivo, da capacidade de comunicação e do uso ineficaz da linguagem. Mesmo diante de inúmeros ‘malabarismos’ verbais, gestuais entre outros, após inúmeras tentativas e esforços, alguém não se fez mais entender.

SABER que se é amada (racionalmente) é diferente de se SENTIR amada.

Quem nunca ouviu uma amiga dizer que não sabe mais o que fazer para demonstrar que ama, que já fez de tudo, mas que a pessoa está constantemente reclamando da sua ausência afetiva. Quantas vezes você fez um esforço enorme pra comprar um presente para aquele homem especial e percebeu que ele não deu valor. Quantas vezes você se questiona onde errou pois não consegue mais conversar com seus filhos. Estas coisas só acontecem, porque é preciso conectar-se afetivamente ao modo particular de ser do outro, como já falamos, cada ser é único, individual e especial. 

Homens são de Marte e mulheres são de Vênus?


Gary Chapman, através de suas experiências com casais, entendeu, por exemplo, que o grande problema destes é que, após passada a fase do encantamento, perdem a capacidade de expressar seu amor de forma assertiva, passando a fazer para o outro o que gostaria que fosse feito para si mesmo.  Quando isso não acontece, é porque ambos possuem a mesma forma de sentirem-se amados. E isso acontece não só nos casamentos, mas em todas as relações humanas.

Será que ela vai gostar?


PORQUE NÃO CONSIGO FAZER CONEXÃO?

Já está comprovado que a nossa linguagem, a maneira como nos comunicamos, vai além da nossa expressão verbal. Não basta falar, por isso aquela história de que mulher fala demais ou homem de menos, muito pouco contribui para conexões afetivas assertivas.

Observe no gráfico abaixo que apenas 7% do que dizemos realmente importa.




Segundo Albert Mehrabian, Professor Emérito de Psicologia (UCLA), se entendermos a comunicação numa perspectiva global, podemos afirmar que o impacto de uma mensagem é composto em sua maioria da comunicação não-verbal. Por isso, precisamos dar mais atenção as nuances da nossa comunicação.

A comunicação não-verbal engloba o uso da linguagem corporal, quando o indivíduo é capaz de se expressar utilizando o seu corpo, suas expressões faciais, posturas corporais, distâncias físicas, gestos e aparência, que são muitas vezes de caráter inconsciente ao comunicador. Neste tipo de comunicação ocorre a ausência dos recursos da fala ou da escrita.

Nosso cérebro é extremamente ágil no reconhecimento de situações de perigo, de estresse, de oportunidades, etc., por isso, captamos 55% das expressões faciais, dos gestos, posição do corpo, dos pés, por exemplo, tudo automaticamente em milésimos de segundos. Já 38% é captado pelos ouvidos quanto a entonação da voz, a velocidade, tudo rapidamente processado pelo cérebro. E quanto mais intimidade temos com o outro, melhor serão nossas percepções da sua comunicação não-verbal. 

Você sabia que em 90 segundos você já se comunicou não verbalmente com o outro? Quer entender um pouco mais sobre a essa linguagem e como ela impacta na sua vida?  Assista este vídeo da Vivian Rio Stella.






PRATIQUE (prática): TESTE - QUAL A SUA LINGUAGEM AFETIVA? 

Para que você descubra como pode se sentir verdadeiramente amada, clique abaixo para realizar o teste online de Gary Chapman. Deixei também um link para você imprimir, caso queira repassar o teste para as pessoas da sua família. Juntos podem descobrir a linguagem afetiva de cada um?

🔑TESTE ONLINE        




Este teste é baseado neste livro.


E para quem gosta de vídeo, abaixo o resumo explicativo.



Agora que já identificou COMO VOCÊ SE CONECTA AFETIVAMENTE, veja abaixo um pequeno resumo com dicas para cada uma das 5 linguagens do amor:


PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO
  • Elogie as boas ações.
  • Observe e fale sobre as qualidades da outra pessoa.
  • Elogie com verdade, jamais por obrigação. Aprenda a reconhecer de verdade.
  • Valorize com palavras o trabalho, esforço e dedicação do outro.
  • Jamais critique a pessoa.
  • Utilize sempre palavras afirmativas, não-destrutivas.
  • Use palavras e frases simples e diretas como “Eu te amo muito, “Eu adoro quando você me explica tão bem”, "Como você está bonita".
  • Lembre-se, fale sempre de coração para coração = CONEXÃO.

TEMPO DE QUALIDADE
  • Tire um tempo para dar atenção exclusiva a pessoa.
  • Permaneça focado no outro.
  • Não permita que outras coisas interfiram neste tempo.
  • Demonstre que o tempo é da pessoa naquele momento.
  • A quantidade não importa, podem ser minutos, mas que sejam exclusivos.
  • Demonstre que está feliz, contente, neste tempo que está dedicando a pessoa.
  • Jamais demonstre pressa, se tiver só 5 minutos, avise a pessoa.
  • Neste tempo exclusivo, faça algo que o outro goste.
  • Jamais de distraia com outras coisas enquanto estiver dedicando tempo ao outro.

PRESENTES
  • Observe o que a pessoa gosta e lhe dê presentes pensando nisso.
  • Lembre-se que não importa o valor do presente e sim o seu significado.
  • Presenteie fora das datas especiais.
  • Surpreenda com um agradinho toda semana.
  • Nos dias em que a pessoa estiver triste, escreva-lhe um bilhete por exemplo.
  • Evite redes sociais, como já falamos não são os melhores canais para demonstrar afeto.
  • Procure ser original e criativa nos agrados.
  • Tenha em mente que a pessoa precisa entender que foi você quem tirou um tempo para lhe escrever o bilhete ou comprar o presentinho.

ATOS DE SERVIÇO
  • Faça você mesmo pequenas tarefas para a pessoa.
  • Atitudes simples na hora certa valem mais que grandes demonstrações.
  • Olhe para a pessoa e perceba quando ela precisa de você, faça algo imediatamente, ofereça ajuda.
  • Jamais faça algo sem vontade, motive-se a fazer de coração.
  • Sorria, demonstre estar contente por poder ajudar a pessoa.
  • Não espere algo em troca.

TOQUE FÍSICO
  • Abrace, beije, sempre que puder.
  • Faça seus toques físicos com um sorriso no rosto, conecte-se com amor, seja verdadeira.
  • Namore muito quando estiver fazendo sexo com a pessoa, muita atenção e dedicação ao toque nas preliminares.
  • Demonstre em público o seu carinho e amor.
  • Aprenda a fazer uma massagem relaxante, nos pés, na cabeça, seja criativa.
  • Se você não gosta de ser tocada e tocar a pessoa, melhor aprenda a gostar, pois isso é de extrema importância para a pessoa do tipo Toque Físico.

Lembre-se que 93% da conexão é feita pela comunicação não-verbal e que, sem perceber, você está sempre se comunicando.


INSPIRE-SE: Os vídeos abaixo podem ajudar você a melhorar as suas conexões afetivas.


Gestual e outras dicas para o dia-a-dia:


Resumo do vídeo:
Comece a inclinar sua cabeça para o lado 
Desenvolva expressões faciais, brinque com as sobrancelhas 
Aprenda a sorrir com os olhos, sem mostrar os dentes 
Esqueça a frase “De nada” 
Sussurre, enfatize sem um motivo aparente 
Deixe as pessoas elogiarem a si mesmas 
Cometa erros na frente da outra pessoa 
Preste atenção nos talheres quando estiverem juntos 
Observe os lábios do interlocutor, aprenda a mudar a cor dos olhos 
Se o clima estiver pesado, recorra aos filmes 
Outros sinais e táticas que vão ajudar você a ganhar a simpatia e a confiança dos outros 
A fórmula da amizade, desenvolvida pelo agende do FBI



Para as mulheres que negociam (conteúdo do vídeo):

Resumo do vídeo:
Observe o outro 
Fale menos e ouça mais
Ouça primeiro para depois pensar no que vai responder
Cuidado ao apontar o erro do outro
Evite se vangloriar
Peça conselhos
Sorria mais
Incline a cabeça
Fale e aja com segurança
Cuidado com seus gestos
Peça com licença
Cuidado com os gemidos
Atenção aos movimentos do corpo
Veja bem onde coloca os braços
Onde colocar a bolsa
Peça desculpas sempre
Mude o mundo pela forma que responde
Perdoe mais

CONSÈIL DU DIVAN: Existem muitos livros disponíveis para quem quiser aprender mais e melhorar sua conexão. Veja abaixo a variedade de opções sobre o assunto. Boa leitura!





Agora é com você! Faça conexões com quem ama e o caminho inverso também, diga às pessoas que ama como elas podem fazer para que você se sinta amada. Todos vão ganhar!

Aut revoir! Bisou
Fique a vontade, o DIVAN é seu!

____________________________________

Roseli Kurzhals
Formada em Coach Ikigai pelo Instituto Próspera.
Atua como Coach e facilitadora de autodesenvolvimento.
Pedagoga, Terapeuta Reikiana e Palestrante.
Mais de 12 anos de experiência em desenvolvimento humano.











Nenhum comentário: