RELOOKING

[MODA][grids]

DIVAN

[PAPO CABEÇA][bsummary]

MYSTIQUE

[MYSTIQUE][bleft]

BEAUTÉ

[MAKE UP][twocolumns]

Déjà Vu

NOVOS ARES!


Campanha da americana Cover Girl / Reprodução


As mulheres são diferentes do que eram há 25 a 30 anos atrás, THANKS GOD! E, de uma maneira ótima”, as mulheres não querem ser ditadas sobre o que é bonito.
Hoje queremos, podemos e devemos decidir nossa  própria definição de beleza.
Então, penso que nós precisamos refletir sobre esta modernidade e o mundo em que vivemos.

A modernização de marcas tradicionais do mercado fazem mais sentido que nunca, em meio a crescente abordagem de assuntos como o empoderamento feminino e seus questionamentos pertinentes sobre padrões e clichês de beleza.

Estão ganhando mais consumidores as empresas menores que se comunicam diretamente com o consumidor através de mídias menores em vez dos métodos de marketing tradicionais. 

O público, principalmente o feminino, tem demandado por transparência de variadas formas, desde os ingredientes até o preço, alavancando assim marcas de baixa tiragem e produção reduzida.


Campanha da Covergirl, marca de cosméticos.

A Natura e Avon,  reformularam suas campanhas para mostrar maior variedade não só nos tons de pele, mas de idade do público e lifestyle.
A Natura lançou a #todabelezapodeser, campanha que “convida seus consumidores a se libertarem de paradigmas” com o filme Primeira Vez, narrado por um homem e que conta a sua experiência na busca pela mulher de sua vida. Só que ao contrário do que imaginamos ao longo do comercial, a tal mulher estava dentro dele, a drag queen Penelopy Jean.

Sinto que, nessa fase da vida, estou me tornando quem eu deveria ter sido a vida inteira. - Jane Fonda

Até a Vogue rendeu-se! 
Seguindo com o compromisso de mudar a percepção do assunto e reforçar que envelhecer não significa perder a beleza, a  atriz Lauren Hutton,  na capa italiana chega junto com uma proposta feita pela Vogue Brasil: acabar com o termo anti-aging e empoderar mulheres para se sentirem bonitas em qualquer idade.
 Lauren Hutton é capa de outubro da Vogue Itália (Foto: Steven Klein)

Quero acreditar, sim eu quero! Que a indústria da moda, cosméticos e todos este mercado que dita "as regras de estilo", entendam, assim como nós, que as mulheres são lindas em qualquer manequim, raça, idade, assim como qualquer "crença" nos faz bem se bem conduzida e baseada na Fé! Tenha fé em si mesma!!!

Mulheres queimaram sutiãs em praça pública por seus direitos, mas boa parcela de nós ainda fica presa a velhas ditaduras e clichês e sentem-se, literalmente, despeitadas se não comprarem os tais 250 ml de silicone na primeira clínica de cirurgia ali da esquina. 


Nenhum comentário: